CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Coração de Estudante

"Quero falar de uma coisa
Adivinha onde ela anda
Deve estar dentro do peito
Ou caminha pelo ar
Pode estar aqui do lado
Bem mais perto que pensamos
A folha da juventude
É o nome certo desse amor

Já podaram seus momentos
Desviaram seu destino
Seu sorriso de menino
Quantas vezes se escondeu
Mas renova-se a esperança
Nova aurora, cada dia
E há que se cuidar do broto
Pra que a vida nos dê
Flor flor e fruto

Coração de estudante
Há que se cuidar da vida
Há que se cuidar do mundo
Tomar conta da amizade
Alegria e muito sonho
Espalhados no caminho
Verdes, planta e sentimento
Folhas, coração,
Juventude e fé."



Sobre uma fase da vida que mesmo perdidos, mesmo podando nossos momentos, não podemos esquecer quem somos e o que queremos.
Não podemos deixar nos levar, deixar de dar frutos, e de colher amor.
Por mais indeciso que seja, ter algo para guiar, uma direção.
Ver os lados, tatear, buscar pelo equilíbrio.
Não se perder nessa selva de pedras e sua energia cinza que suga...e remete a podridão, impotência, insanidade.
Nessa fase que tudo parece viável e retornável. Onde a ilusão é certeira. Onde todos são marcados e marcam.
Nessa fase, que todos querem ser responsáveis pelo seu próprio nariz, mas não querem responsabilidade alguma.
Onde não querem aviso, mas querem avisar.





"Essa juventude é fogo!"

1 reclames:

Nathália disse...

"...responsáveis pelo seu próprio nariz, mas não querem responsabilidade alguma" pode crê.